domingo, 8 de janeiro de 2012

Em tropeços.


.mas, se me entorpeço em páginas e histórias e personagens e vidas outras
,é para fugir dos meus tropeços e de tudo e de mim e da vida minha.
Me diz, Maria, por que as pessoas falam em seguir em frente?
Cada passo à frente, Maria, é como dilacerar os pés nesse chão de nada
: como cortar-se em cacos do que nunca existiu.
.é esse barulho do vazio que me atormenta, Maria.

Um comentário:

  1. que nos atormenta, Mary, que nos atormenta.

    LINDO, pra não variar.

    bjo!

    ResponderExcluir